domingo, 27 de agosto de 2006

As festas elegantes sempre “descem do salto” com a chegada das bebidas e das musicas dos DJ’s ecléticos, demasiado por muitas das vezes; quando vem o funk, tudo fica bem pior.

É engraçado ver gravatas, paletós, maquiagem e saltos altos sendo deixados de lado, junto com toda “urbanidade”. Ao menos são nesses momentos que abre-se as brechas no sufocante lençol de hipocrisia, as pessoas se integram e entregam aos instintos... a animalidade...

Eu assisto. E rio.

Um comentário:

paulo victor disse...

O álcoo entra, a verdade sai.
---
Percebi isso também na calourada, sábado passado. =)
---