terça-feira, 31 de janeiro de 2006

levantar da cama as 9 da manha, olhar para o teto e sentir que mais um dia já começa com aquele aperto no peito.
conseguir apenas ter forças pra levantar e colocar o afasia pra tocar no volume muito alto. ninguém reclama já que sabem que pra fazer isso é porque ta precisando. tem gente que sabe também quando se coloca som muito alto, por já ter me ouvido falar.
afasia é o disco que marcou e marca minha vida. quase uma iniciação a tudo que vem a ser o hardcore. traz lembranças, boas e ruins, faz olhar ao redor e ver como certas coisas se parecem em momentos diferentes da vida o que me faz sentir que ele sempre me acompanhará. família, amigos, dores, amores e revolução.
gritar e socar o ar, cada um como uma excomunhão, todos os temas e sentimentos, toda angustia e exultação. a catarse iminente, inevitável...
sejam bem vindas lagrimas, que há muito tempo não cravavam o meu rosto...

3 comentários:

AnaB disse...

"Quando sentir que não há lugar para você nesse mundo, respire fundo, respire fundo, reinvertar... é preciso mudar, mudar você e o mundo! Respire fundo, respire fundo, juntar saudades com as lembranças... "

×Abstrato× disse...

O ponto no qual se encerra mais um capítulo da narrativa do Pícaro Herói.
Tanto e tão pouco a ser dito.
---
Era [sabido] tão certo de que tudo aquilo era um erro...
Doce erro enquanto durou.
Amarga lembrança que por hora perdura...

Anônimo disse...

bebe...tu nao bebe...
se droge para nao sentir dor...suas fraquezas sao outros...

então vei...tá na hora de ou levantar mais cedo...ou fazer uma banda/projeto rock n roll.

no mais...espero que voce veja a estrada. as estradas que de tanto repetir com ceus azuis, sol quente infinito verde... apagam qualquer tristeza, é só deixar...afinal sofrer é opcional.

eu tenho 9 pessoas para perguntar se sabem batucar numa lata...

A. Shadowboxer